luto, tristezas e uma certa paz - 4

Chove, e a chuva canta a mesma melodia sobre a mesma casa; as palavras, todavia, são outras. A chuva canta comigo um lamento sem choro, uma prece que nada pede.

4 comentários:

Eurico disse...

A melodia é a mesma, mas são novas as palavras que a chuva in/venta, que tu inventas, Poeta...

Um abraço forte.

Paula Barros disse...

E concordo com Eurico. Quem sabe nos conte o canto da chuva, a prece.

abraço

maria carol disse...

chega a me chuvar os olhos...

EDER RIBEIRO disse...

Sabemos que as águas em seu processo de evaporação vai ao céu, ela leva as suas preces. Abçs.